Admin On sexta-feira, 25 de outubro de 2019 3 Comments

Gênero: Ação
Ano: 2019
Fabricante: Gametek
Algo comum no mundo dos games é a possibilidade de cancelamento de jogos, isso pode acontecer por várias razões: falência do estúdio, questões mercadológicas, atrasos sucessivos, qualidade duvidosa do material desenvolvido etc. No caso de Tarzan, o suposto motivo seria "violência" contra os animais, já que eles eram abatidos pelo protagonista com sua faca e dardos.
Depois de anos vendo apenas algumas capturas de tela do jogo em algumas revistas da época, o inédito Tarzan: Lord of The Jungle para o SNES está finalmente disponível. Essa ROM veio diretamente de Jim Grundell, o programador que liderou o projeto durante o desenvolvimento do jogo.
Tarzan era um título planejado para ser publicado pela GameTek. Baseado no personagem fictício de Edgar Rice Burroughs, o jogo estava marcado para ser lançado em 1994, juntamente com versões para Game Boy e Sega Game Gear.
Tarzan foi projetado como um jogo de ação de progressão lateral com multiníveis, em que Tarzan deve superar obstáculos para resgatar Jane que foi capturada na floresta africana.
O jogo tem uma variação de fases bem diversificada, com estágios em florestas, praias, mar (aquáticas), ruínas, navios, templos e outros. Mas apesar dessa variedade, os cenários são bem simplórios, mesmo para o padrão da época. Mas esse aspecto merece uma ressalva, pois, por se tratar de protótipo, talvez, o seu desenvolvimento não tenha atingido a qualidade idealizada pelos produtores.
No que diz respeito à jogabilidade, aqui o problema é evidente, a movimentação de Tarzan é meio truncada, mostra-se lenta para responder aos comandos. A movimentação é parecida com a de jogos como Flashback ou Prince of Persia, mas sem a precisão que encontrada nesses dois. Aqui Tarzan pode correr, mas em vez de usar o Y para o comando, usa-se o L para realizar a ação. A corrida é desengonçada, tornado os pulos imprecisos, fazendo com que quase sempre tome dano do inimigo ao cair sobre eles ou encontre a morte ao cair num buraco.
Como forma de ataque, ele pode usar uma faca ou dardos para eliminar os inimigos, mas em vez de ter um botão específico para cada arma, o jogador deverá selecionar  (botão Select) primeiro qual quer usar, tornado o uso das armas menos eficiente.
A trilha sonora consiste em temas tribais, com sons de tambores na maior parte dela. Apesar de combinar com o tema do jogo, as músicas se tornam repetitivas com o passar das fases devido a sua pouca variedade. Os efeitos sonoros são poucos, nada de excepcional, mas cumprem o seu papel.
Se Tarzan: Lord of The Jungle tivesse sido lançado na época com as características encontradas aqui nesse protótipo, ou seja, sem mudanças substanciais, certamente ele seria considerado um jogo mediano para ruim. Mas apesar dos defeitos, o jogo merece uma oportunidade, nem que seja apenas a título de curiosidade, pois, de certa forma, é um jogo inédito.


Download (MediaFire): Clique Aqui!
Download (Mega): Clique Aqui!

3 comentários:

  1. Aah que bacana. Esses fatos e contra tempos de jogos cancelados acontecem mesmo..
    Mais uma pérola. Ao teste.

    ResponderExcluir
  2. Ainda falta spot goes to hollywood

    ResponderExcluir

Lembrando que as suas visitas e agradecimentos são o nosso incentivo, ajude-nos a divulgar o blog... A sua ajuda é muito importante para nós!! E não se esqueça de add nosso blog aos seus favoritos!